Pesquisa no blog

Carregando...

sexta-feira, 18 de abril de 2014

LÍDER É PRESO E GREVE DA PM-BA PODE VOLTAR


Na tarde de hoje (18) o líder da greve da Policia Militar da Bahia e vereador de salvador Marcos Prisco foi preso pela Polícia Federal.

Foto/TV Bahia
O pedido foi realizado pelo Ministério Público Federal da Bahia realizado nesta segunda-feira (14). Segundo o MPF-BA a denúncia foi por conta de crimes contra a segurança nacional na greve de 2012. Prisco foi preso e será encaminhado a uma prisão federal onde ficará à disposição da Justiça. 

Risco de nova greve:

Conforme a categoria, a prisão de Prisco é uma traição por parte do governo, pois uma das clausulas de acordo entre o governo e categoria foi a anistia tanto em 2012 quanto em 2014, mas o acordo foi descumprindo e a categoria pode entrar em greve. 

Um sentimento de revolta espalha pela categoria pela traição do governo, o deputado estadual Capitão Tadeu deu entrevista à rádio Sociedade AM onde afirmou que a categoria entrará novamente em greve, liderada por ele, caso a prisão de Prisco não fosse revogada. Fonte/Bocão News. 

Blog Guardião do Povo


quinta-feira, 17 de abril de 2014

SANTO ESTEVÃO: PM PRENDE JOVEM POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E TRÁFICO DE DROGAS


Foto/Erinaldo Oliveira

Policiais militares da 57ª CIPM - Companhia Independente de Polícia Militar/Santo Estevão executa prisão em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Em rondas ostensivas no bairro da URBS, nas proximidades do mercadinho São Luiz, a viatura do Tático Móvel  flagrou o momento exato em que um usuário comprava droga em uma boca de fumo, a guarnição então efetuou a abordagem.

Na abordagem os policiais encontraram com ANDRÉ FELIPE, 22 anos, um revólver calibre 38 com seis munições intactas, cerca de 25 pedras de crack e uma certa quantidade de maconha. 

O acusado afirmou aos militares que a arma era para a sua proteção, pois há um certo tempo atrás ele foi vítima de disparos de arma de fogo em um atentado sofrido nas proximidades de sua residência, na situação ele foi alvejado e ainda tem um projétil (bala) alojado no seu corpo. 

Ele foi conduzido ao Complexo de Delegacia de Polícia Civil em Feira de Santana onde foram lavrados os autos da prisão em flagrante e ficou à disposição da justiça. 

André já tem passagem pela polícia por envolvimento com tráfico de drogas. 


VIATURA DA PM SE ENVOLVE EM ACIDENTE


Foto/PM Santo Estevão 

Na tarde de hoje (17) uma viatura da 57ª CIPM - Companhia Independente da Polícia Militar/Santo Estevão se envolveu em um acidente. 

Segundo informações, logo após o fim do movimento reivindicatório da categoria a viatura saiu para fazer rondas ostensivas. Foi avistado uma motocicleta com um elemento que estava de posse de uma arma de fogo e empreendeu fuga ao avistar a viatura da polícia.

Duas viaturas tentaram fazer o acompanhamento deste motociclista a fim de fazer averiguação, mas nas imediações do fundo do mercado municipal uma viatura acabou chocando-se com uma construção.

Testemunha que não quiz se identificar afirmou que o suspeito realmente estava armado e exibndo a arma no mercado, quando avistou a viatura empreendeu fuga. Os policiais que estavam na viatura saíram ileso do acidente e o suspeito conseguiu fugir.

Blog Guardião do Povo 

CHEGA AO FIM A GREVE DA PMBA


Na tarde de hoje (17) em assembleia geral a categoria decidiu pela volta as atividades.

Após reunião entre os líderes da corporação e a cúpula do governo onde foi analisado a contraproposta do governo e a categoria deliberou pelo fim do movimento. 

Conforme o coordenado da ASPRA, A categoria conseguiu um aumento de 25% no para quem trabalha no administrativo, 45% para o operacional e 60% para o motoristas. Estes aumentos são sobre a CET - Condição Especial de Trabalho, uma remuneração específica do salário do policial que são para os ativos e para os inativos também. 

Criação de um Grupo de Trabalho para a elaboração do código e ética e plano de carreira que deve-se entregue o mais rápido possível a Assembleia Legislativa para aprovação. Extinção do curso de cabo passando, passando a ser promoção imediata de soldado para cabo foi mais uma conquista da categoria. 

Outra conquista importante foi a redução do tempo de serviço para as policiais femininas, que antes era de trinta anos agora passa a ser com vinte e cinco anos de serviços.

Blog Guardião do Povo 

SANGRENTO O PRIMEIRO DIA DE GREVE DA PMBA

Foto/Google Imagem 

No primeiro dia de greve da Polícia Militar da Bahia foram confirmado cerca de trinta homicídio só em Feira de Santana. 

Vários homicídio espalhado pela cidade todos causados por disparos de arma de fogo e várias entradas em hospital vítimas de tentativas de homicídio. Só na manhã foi confirmado 12 homicídios envolvendo arma de fogo incluindo a um policial militar que prestava serviços à comunidade em um projeto da corporação. 

Durante a tarde foi registrado quatro autos de resistências, morte mediante intervenção policial, suspeitos que reagiram a abordagem policial atirando, os policiais revidaram e os suspeitos forma alvejados e morreram.

Conforme informações buscadas junto ao DPT-Departamento de Polícia Técina e ao DHPP-Delegacia de Homic´dido e Proteção â Pessoa , até o momento foi confirmado 28 homicídios na Princesa do Sertão dentre ele está uma vítima natural de Santo Estevão. 

Em Salvador e Região Metropolitana foi registrado 19 homicídios e várias tentativas. Dentre estes homicídios foi confirmado a morte de dois policiais militares um sargento e um soldado foram vítimas de disparos de arma de fogo e não resistiram. 

Santo Estevão não teve registro de homicídio nem tentativa, este primeiro dia de greve na cidade foi tranquilo, mas no início da noite a cidade estava deserta. A população ficou em casa com receio da violência em virtude do movimento reivindicatório da corporação. 

Blog Guardião do povo 

quarta-feira, 16 de abril de 2014

VÁRIOS HOMICÍDIOS EM FEIRA APÓS A GREVE DA PM


Apenas hoje (16) foram registrado vários homicídios em Feira de Santana incluindo um policial militar e dois autos de resistências com policiais militares. 

O policial militar Thiago Maciel (35 anos) foi vítima de disparos de arma de fogo enquanto trabalhava como fisioterapeuta no programa Ecoterapia da Polícia Militar. Ele chegou a ser socorrido ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O policial foi fazer um atendimento quando quatro elementos em um veículo preto o reconheceu como policial e efetuaram os disparos.


Ozael dos Santos Barbosa, 29 anos, que morava no bairro George Américo foi vítima de disparos de arma de fogo dentro de um veículo na Av. José Falcão da silva. 

Na Avenida Padre José Anchieta, cursamento com a rua de Aurora, foi morto a tiros um jovem que aparentava ter 20 anos. Segundo testemunhas ele tentou efetuar um assalto quando alguém reagiu e o atingiu com um disparo de arma de fogo e veio a óbito. 

Na rua Nova, Adinailton Carvalho dos Santos, 21 anos, foi vitimado com disparos de arma de fogo e veio a óbito. Dois homens que tentaram assaltar uma motocicleta Shineray, na Av. Senador Quintino,  foram morto por um homem armado que presenciou o crime. 

Carlos Alberto de Souza Filho, 29 anos, foi assassinado a tiros na Rua Hamilton Cohim, no bairro Barroquinha quando tentava assaltar um veículo, quando dois homens tentaram impedi o roubo e alvejou o suspeito que veio a óbito. 

Dois homens ainda sem identificação morreram em troca de tiros com uma guarnição do Pelotão de Cavalaria, sob o comando do tenente Sardinha. O auto de resistência (morte em confronto com a polícia) ocorreu no povoado Mantiba, distrito Matinha. 

Uma guarnição fazia rondas na localidade quando um veículo VW Gol ao ver a guarnição fugiu. A guarnição o acompanhou até chocarem com uma cerca quando dois elementos desceram do veículo atirando contra a guarnição, durante o confronto dois meliantes chegaram por traz da viatura com uma motocicleta e atiram contra a guarnição que revidou, no confronto dois suspeitos  foram alvejados e vinheram a óbito outros dois conseguiram fugir pelo matagal. 

Blog Guardião do Povo 




Policiais civis paralisam as atividades por 24 horas nesta quarta-feira (16)

(Foto: Almiro Lopes/Arquivo CORREIO)

A partir das 8h desta quarta-feira (16), os policiais civis da Bahia irão paralisar as atividades e retomarão os serviços apenas no mesmo horário do dia seguinte. Será mantido 30% do efetivo trabalhando no atendimento para prisão em flagrante, levantamento cadavérico, crimes contra a criança e contra a vida, durante a paralisação. 


A decisão foi aprovada pela categoria na tarde de segunda-feira (14) durante assembleia promovida pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (Sindpoc). O indicativo de paralisação de 24h foi deliberado na assembleia geral do funcionalismo público estadual no último dia 2. 


Segundo o Sindpoc, a aprovação do Projeto de Lei que define o reajuste dos funcionários do Estado parcelado em duas vezes desagradou os servidores. Na manhã desta quarta-feira (15), os trabalhadores devem se reunir em assembleia no Ginásio de Esportes do Sindicato dos Bancários (na Ladeira dos Aflitos) para discutir uma possível greve geral.


Representantes de outras categorias, como Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB ), Associação dos Motoristas Oficiais do Estado da Bahia (ASMOEB), Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau (SINTEST), Sindicato dos Servidores Penitenciários (SINSPEB), Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (SINDSAÚDE), Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (SINPOJUD), Sindicato dos Servidores do Detran (SINDETRAN), entre outros, também devem participar da reunião.

Segundo a Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP/BA), quem precisar dos serviços prestados pela Polícia Civil nesta quarta-feira (16), em virtude da paralisação da categoria, deverá procurar os delegados titulares das delegacias territoriais e especializadas, que permanecerão abertas.

A Delegacia Digital é outra opção disponível, que poderá ser acessada por meio do endereçohttp://www.delegaciadigital.ssp.ba.gov.br/, para o registro de ocorrências, a exemplo de furto ou roubo de veículos, arrombamentos de casas comerciais e residenciais, dentre outras.

O cidadão poderá ainda procurar as equipes do Plantão Central, que funciona no mesmo prédio da Central de Flagrantes, instalada na Avenida ACM, região do Iguatemi, para a anotação de boletim de ocorrência. Correio.

terça-feira, 15 de abril de 2014

PMBA DECLARA GREVE POR TEMPO INDETERMINADO

Adicionar legenda

A assembleia realizada na tarde desta terça-feira (15), no Wet'n Wild, um dos principais espaços de shows em Salvador, aprovou a greve da Polícia Militar. Os participantes aguardaram o início do encontro desde as 15h. A decisão só ocorreu após as 19h30, depois de representantes de associações analisarem  proposta da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

O vereador pelo PSDB Marco Prisco, que é presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) e foi preso no fim da ultima greve anunciou a proposta do governo da Bahia à massa de policiais e perguntou se eles aprovavam, sendo que a maioria respondeu que não.

Prisco disse que encaminhar documento ao governo informando a deflagração da greve, mas informou que ainda há possibilidade de negociação. Ele pede para que os militares mandem SMS´s aos colegas pedindo a todos que deixem os postos de trabalho. Segundo Prisco, eles ficam no espaço de show até segunda ordem. Um representante da Aspra avisou aos agentes que eles têm estrutura para quem quiser ficar acampado no local. Mesmo assim, parte das pessoas que votou na assembleia já saiu do local.

De acordo com a administração do Wet'n Wild, espaço na avenida Paralela onde aconteceu a assembleia, o lugar foi alugado, porém o valor acertado não pode ser revelado por cláusula de contrato. Ainda segundo a gestão, o aluguel, em geral, varia de R$ 10 mil a R$ 20 mil e o valor pago pelas associações está "dentro dessa realidade".

Os participantes deixaram correndo a sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), situado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com destino à assembleia. Houve uma tentativa de negociação dos pontos de divergências do projeto de modernização, que ainda seria enviado à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).

Ao fim, o comandante-geral da PM, coronel Alfredo Castro, afirmou a expectativa de que a greve não fosse deflagrada. "Pelo ânimo que nós tivemos no fechamento das propostas, vejo de maneira otimista que teremos uma pauta a ser discutida e evoluída", disse. O major Ubiracy Vieira também informou ao G1que não acreditava na greve.

Serviços suspensos

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) suspendeu expediente na tarde desta terça-feira "devido à ameaça de paralisação por parte da Polícia Militar da Bahia", diz, em nota postada no site. A Univesidade Católica de Salvador também cancelou as aulas ainda durante a tarde. A Transalvador informa que intensificou o monitoramento do trânsito na noite desta terça-feira.


Pontos de divergência

Entenda alguns itens citados pelo presidente da Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Agnaldo Sousa, e qual o posicionamento do governo:


Plano de carreira

APPM-BA - Segundo a associação, tanto o soldado quanto o oficial têm que ter um tempo máximo nos postos de graduação. A categoria pede que seja definido um plano de carreira. "Um soldado leva hoje 25 anos sem ter uma promoção. Nós achamos isso vergonhoso. Queremos que seja definido um tempo para que ele seja promovido", diz Agnaldo.


Governo - A proposta do governo é que, após oito anos, o soldado passe a ser cabo e, depois de mais seis anos e meio, ele ascenda a 1º sargento. Hoje, um soldado passa 20 anos como soldado, sem ascenção. Depois, ele passa a ser sargento e se aposenta.

Isonomia Salarial

APPM-BA - A categoria pede isonomia entre as polícias militares e civil. "Hoje, um tenente-coronel que tem 30 anos de serviço ganha menos que um delegado, que está no início de carreira. Queremos que isso seja equiparado", relata Agnaldo.


Governo - O Estado se compromete em criar um grupo de trabalho para rever todo o sistema de remuneração da Polícia Militar. Nesse quesito, entram gratificação, adicionais, entre outras remunerações agregadas.

Código de Ética

APPM-BA - Segundo a associação, a PM não tem um código de ética. "Temos uma legislação da Polícia Militar, que está obsoleta, com coisas que estão lá há mais de 40 anos. Queremos a implantação desse código de ética", revela Agnaldo.

Governo - Um código de ética foi apresentado e as associações questionam alguns pontos. Assim, o governo está disposto a reavaliar as questões que não estão satisfazendo a categoria. Fonte/G1.


POLICIA PRENDE ACUSADO DE MATAR PACIENTE NO HGCA

A polícia de Feira de Santana prendeu na tarde desta segunda-feira (14), José Ricardo Macedo Santos Leão, 21 anos, também conhecido como "Peroba", residente no conjunto Feira IX. Ele é acusado de matar Fabrício Lima, no interior do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), na noite de sábado (12).

"Peroba" foi detido na Estação Rodoviária quando se preparava para fugir para Salvador. A arma do crime foi encontrada em seu poder. Na Delegacia de Homicídios (DHPP0, confessou o assassinato e não demonstrou nenhum arrependimento e ainda fez questão de posar com arma do crime, um revólver calibre 38.

Ele contou que matou José Fabrício, que era conhecido como "Chocolate" porque a vítima o ameaçava e tinha tirado a vida de amigo. Disse ainda que tentou matá-lo no Nova Esperança e que foi até o hospital para completar o crime.

O acusado não quis dar detalhes sobre o acesso dele e do comparsa ás dependências do HGCA, nem como sabia do quarto onde a vítima se recuperava de um tiro na perna.

Demonstrando frieza, "Peroba" disse que não se arrependia do que descarregou todas as balas do revólver em José Fabrício. Ele ainda ironizou por causa do apelido da vítima. " Chocolate morreu, a gente tem que comemorar. Chocolate foi embora antes da páscoa; comí chocolate antes da páscoa", finalizou.

De acordo com o delegado Ricardo Brito, Coordenador Regional de Polícia, informou que José Ricardo, o "Peroba", integra uma quadrilha que costuma agir na região do bairro Aviário. Ainda de acordo com o delegado, a polícia está investigando como ele e o comparsa entraram no hospital. Sobre o parceiro de "Peroba", o delegado disse que sua prisão deve acontecer nas próximas horas.

José Ricardo foi autuado em flagrante e será encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

RELEMBRE O CRIME

Dois homens armados conseguiram entrar no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), após pularem o muro dos fundos da unidade, percorrerem por quase todo o hospital em busca do alvo e após achá-lo no leito 114 da sala105, atiraram contra ele várias vezes. O fato aconteceu na noite deste sábado (12) na presença da mãe da vítima que chegou a ser ameaçada pelos assassinos. 

José Fabrício Lima dos Santos, 32 anos,  foi internado horas antes após sofrer uma tentativa de homicídio no bairro Nova Esperança. Atingido por um tiro na perna, José conseguiu fugir pedindo carona em uma carroça até o bairro Sobradinho, onde encontrou socorro no módulo da Polícia Militar em frente ao Colégio Assis Chateaubriand e foi levado ao HGCA.

Horas depois, quando se recuperava da cirurgia que removeu a bala, José foi surpreendido pelos mesmos homens que tentaram lhe matar anteriormente. Durando o crime, uma acompanhante de outro paciente, Maria da Anunciação de Jesus saiu ferida com um tiro de raspão na orelha.

Com os estampidos dos disparos, houve corre-corre dentro do hospital. Muitos pacientes e acompanhantes ficaram assustados e tiveram que receber atendimento médico. Na unidade haviam dois policiais de plantão, mas no momento do crime estavam no posto da PM que fica na entrada da emergência. A vítima morava na rua 7 de setembro, bairro Jardim Acácia.




Fonte: Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e Rivaldo Ramos e fotos do Boca de Zero Nove

segunda-feira, 14 de abril de 2014

OFICIAIS ADEREM AO MOVIMENTO E FORTALECE INDICATIVO DE GREVE

Um encontro reuniu na noite desta segunda-feira (14), o comandante geral da Polícia Militar, coronel Castro e oficiais para mais um debate sobre as propostas de reestruturação dos policiais e bombeiros da Bahia apresentadas pelo governo. De acordo com os oficiais, o governo aproveitou apenas 5% das propostas do Grupo de Trabalho (GT) além de apresentar diversos retrocessos.

Segundo policiais, a atividade que aconteceu no Clube dos Oficiais, na Avenida Dendezeiros, não apresentou nenhuma novidade. Os oficiais que se reuniram para deliberar se há apoio para uma decisão de greve na Assembleia geral nesta terça-feira (15), afirmam que o governo tentou desarticular o encontro de amanhã (terça) solicitando um novo diálogo, mas as associações se recusaram.  “O governo tentou desarticular a Assembleia de amanhã para que abrisse diálogo à negociação. Mas, as associações não aceitam e amanhã será o dia ‘D’”, disse capitão Tadeu.

O vereador Soldado Prisco (PSDB) ainda se reuniu na noite desta segunda com o secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, na tentativa de definição dos pontos para debates na Assembleia Geral Conjunta que acontece, no Wet'n Wild na Avenida Paralela.

Na reunião da última sexta-feira (11), o governador Jaques Wagner apresentou propostas de restruturação da Polícia Militar e Bombeiros Militares. De acordo com o texto apresentado para as entidades representativas, o governo destacou o novo processo de promoção de praças e oficiais; emancipação do Corpo de Bombeiros; Código de Ética; aposentadoria especial para as policiais militares femininas; criação de novas unidades na PM e no Corpo de Bombeiros, mas outros pontos que deixaram de ser atendidos ascende o sinal vermelho da tropa.

Análise de Propostas

De acordo com os policiais, entre os pontos negativos da proposta estão: o governo não apresentou a proposta sobre remuneração; a lei continua sendo desrespeitada em relação aos policiais e bombeiros militares inativos e viúvas, no que se refere à paridade salarial entre ativa e reserva e o art. 47 da Constituição Estadual que estabelece isonomia entre as carreiras do sistema de Segurança Pública não está sendo respeitado, entre outros.

Já os positivos, foram pontuados: a independência e emancipação do Corpo de Bombeiros; reserva remunerada aos 25 anos para as militares estaduais e policiais civis, (não ficou explicitado se contará o “posto imediato” e a contagem em dobro da licença premio não gozada); fim do curso de formação de cabo e o fim da penalidade de cerceamento da liberdade. Fonte/Bocão News